Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

Entrando em Ação

Imagem
Relendo essa primeira carta, que postei em "E Você Chegou!" (29/05/17), vejo a ansiedade em que me encontrava aguardando um contato da Vara da Infância e da Juventude.

 Pois bem, fomos à comarca em Janeiro de 2013, onde informaram quais os documentos necessários para darmos início à habilitação, os quais foram entregues em Fevereiro/13 ao Poder Judiciário - na mesma Vara da Infância e da Juventude, pois tem que ser próximo de onde moramos.

No próprio fórum participamos, ainda em Fevereiro/13, de um Curso Preparatório Para a Adoção com palestrantes (psicólogos, assistentes sociais, juiz, advogados e pais com filhos adotivos) que foi bem abrangente e de extrema importância para diminuir as brutais diferenças entre o perfil requerido pelos pais e a realidade das crianças abrigadas no Brasil. Hora que cai a ficha! Pois de acordo com dados do CNA (Cadastro Nacional da Adoção), ferramenta criada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça), há um número 5,4 vezes maior de pretendentes do…

E VOCÊ CHEGOU!

Imagem
Desde que o nosso filho Pedro chegou, tenho vontade de compartilhar o caminho que nos  levou - meu marido, Gustavo, e eu - até ele:
pensamentos, aflições, certezas e incertezas, idas ao fórum, entrevistas, a espera e o melhor: o encontro!  O tempo corre rápido demais e já se passou mais de 1 ano. Um ano de tantas transformações que tentarei contar aqui.  Conversando com amigos, percebo que há muitas dúvidas sobre como dar início ao processo, como se preparar para uma gestação para lá de longa. A minha durou 3 anos, isso em processo. Não sei mensurar quanto tempo levou ao todo: desde tantas conversas, tratamentos, perdas e frustrações até realizar e escutar o coração que a missão está aí em nossas mãos! Quando isso aconteceu, foi como me descobrir grávida, de tanta alegria em saber que estava disposta a gerar um filho no meu coração.
Transcrevo uma carta que escreví em um diário que serviu-me de companhia e terapia no momento de espera. Sem saber o que me esperava... Detalhe: demos entrada…

Portal de Fogo

Imagem
A partir do momento em que fomos habilitados, a ansiedade aumentou.

Imaginava a cada amanhecer que o telefone fosse tocar. Por mais que ocupasse o meu tempo, cuidando da tríade corpo, mente e espírito, não me sentia completa.
E o tempo vai passando. Os pensamentos são longos e as noites sem respostas. Vão crescendo as defesas e os escudos se aprimoram. Cogito que, talvez, a maternidade não fosse para mim. Que o caminho fosse outro. No entanto, esses pensamentos não me convenciam. Tentava pensar como poderia seguir meu caminho sem ressentimentos ou mágoas menores. 
No final de 2015 (quase dois anos após sermos habilitados), fomos passar o réveillon na praia na casa de uma grande amiga. E na passagem de ano, havia um portal de fogo que ao atravessá-lo, tive a impressão: está tudo certo!
Me sentí diferente naquela data. Estava em paz, muito em paz. Diferente de quando a sinto por alguns momentos. Algo que não me ocorria há 30 anos, também em um réveillon, quando tive essa mesma sensação plena…

Lion: Uma Jornada Para Casa - Trailer Legendado

Imagem
É um filme baseado na história real de Saroo Brierly, que escreveu sua biografia no livro "A Long Way Home", como também, assina o roteiro do filme.
Filme comovente e sem ser piegas, retrata a história de um menino de 5 anos de idade que se perde de seu irmão em uma estação de trem na India, enfrentando enormes desafios até ser adotado por uma família australiana. Paro por aqui, pois vale a pena assistir a esse belíssimo filme que foi indicado a seis Oscars em 2017.

Mensagem à mãe biológica

Imagem
Interessante e de uma generosidade tamanha - fora a coragem - que este filho adotivo expõe seus sentimentos em relação à sua mãe adotiva. 

https://www.facebook.com/viralthread/videos/785257178313634/?autoplay_reason=all_page_organic_allowed&video_co
Pausar -2:03



Passo A Passo Da Adoção

Imagem
Para conquistar o filho tão aguardado, veja o passo a passo da adoção.


1) Eu quero – Você decidiu adotar. Então, procure a Vara de Infância e Juventude do seu município e saiba quais documentos deve começar a juntar. A idade mínima para se habilitar à adoção é 18 anos, independentemente do estado civil, desde que seja respeitada a diferença de 16 anos entre quem deseja adotar e a criança a ser acolhida. Os documentos que você deve providenciar: identidade; CPF; certidão de casamento ou nascimento; comprovante de residência; comprovante de rendimentos ou declaração equivalente; atestado ou declaração médica de sanidade física e mental; certidões cível e criminal.


2) Dê entrada! – Será preciso fazer uma petição – preparada por um defensor público ou advogado particular – para dar início ao processo de inscrição para adoção (no cartório da Vara de Infância). Só depois de aprovado, seu nome será habilitado a constar dos cadastros local e nacional de pretendentes à adoção.


3) Curso e Aval…