Ponto de Partida

Vontade de ter filhos, de aprender, de virar pai ou mãe:

Essa é uma equação que une o amor por crianças à vontade de se dedicar inteiramente a uma delas, e de mudar sua vida e quem você é em função disso. Reconhecer que há muito o que aprender e aproveitar a oportunidade. Esse é um bom ponto de partida para adotar um filho.

Continue a refletir sobre isso, converse bastante com pessoas que já passaram ou estão passando pela experiência e informe-se o máximo possível.

Se você realmente sente que sua família está pronta para embarcar nessa jornada tão especial e única, o primeiro passo é comparecer a um fórum de sua cidade ou região com o RG e um comprovante de residência.

A partir deste primeiro contato, você receberá instruções detalhadas sobre outros documentos a apresentar e sobre como funciona o processo de entrevistas com assistentes sociais da Vara da Infância e da Juventude para realizar a sua habilitação e entrar no Cadastro Nacional de Adoção (CNA).

Segundo a legislação brasileira, qualquer pessoa (homem ou mulher), com qualquer estado civil, maior de 18 anos pode adotar uma criança, desde que tenha uma diferença de idade de 16 anos com ela.

É muito importante seguir o processo para conseguir a habilitação oficial. Embora haja outras maneiras de encontrar uma criança que precise ser adotada, além da fila única do Cadastro Nacional de Adoção, a habilitação conta muito na hora de o juiz decidir sobre a adoção definitiva.

Na área de consulta pública do Cadastro Nacional de Adoção, você pode ver, além do número de crianças disponíveis para adoção em cada cidade, o endereço da Vara da Infância e Juventude mais próxima de você.



Fonte: BabyCenter.Brasil. Adoção: Como saber se você está pronta para adotar. Disponível em: <https://brasil.babycenter.com/a5400183/ado%C3%A7%C3%A3o-como-saber-se-voc%C3%AA-est%C3%A1-pronta-para-adotar#ixzz4uOHfkqfK>.  Acesso em: 03 out.2017. 

Comentários

E Aí Cheguei

E VOCÊ CHEGOU!

Evolução

Dar à Luz

O Portão

Entrando em Ação

O Apoio

Portal de Fogo

Passo A Passo Da Adoção

A Adaptação_P.1

O Encontro!